Blog

A importância dos oxímetros no suporte a pacientes de Covid-19

A importância dos oxímetros no suporte a pacientes de Covid-19

De acordo com o Google Trends, desde o fim de abril de 2020, a palavra “oxímetro” teve crescimento exponencial nas buscas pelos brasileiros.

Certamente, este crescimento se dá em razão da pandemia do novo coronavírus e a importância do oxímetro no enfrentamento à doença, pois é um dos aparelhos essenciais ao acompanhamento e tratamento dos pacientes.

O exame de oximetria

A oximetria é um exame simples, feito através de um pequeno aparelho – oxímetro de pulso – colocado na ponta do dedo (não invasivo), que tem como objetivo medir o percentual de saturação de oxigênio que está sendo transportado na circulação sanguínea de uma pessoa.

O exame é realizado em casos de doenças que prejudicam ou interferem o funcionamento dos pulmões, como no caso dos pacientes afetados pelo Covid-19.

Pequenas variações na taxa de oxigênio no sangue do paciente são determinantes para a escolha do tratamento, seja para a internação em enfermarias ou em unidades de terapia intensiva.

Oximetria arterial

Também existe a oximetria arterial onde, de forma invasiva, o exame é feito através da coleta de sangue por seringa, sendo necessária a picada de agulha. É bem menos frequente que a oximetria de pulso.

A importância do oxímetro 

O exame através do oxímetro de pulso é prático e extremamente importante para avaliação dos próximos passos que serão seguidos pelo paciente. Ou seja, pode determinar a necessidade ou não de procedimentos mais complexos (como a intubação) para que os níveis de saturação de oxigênio na corrente sanguínea voltem a indicadores seguros ao paciente.

O oxímetro pode ser utilizado para monitoração em casa, mas o paciente deve sempre buscar orientação e atendimento médico em caso de sintomas.

Um estudo conduzido por profissionais dos hospitais Albert Einstein, HCor e Sírio-Libanês, Moinhos de Vento, Oswaldo Cruz e Beneficência Portuguesa, atesta que 40% dos pacientes que precisaram passar por UTI’s, tiveram que ser internados novamente por sequelas ou complicações pós-internação.

Além disso, este mesmo estudo comprova que 1 a cada 4 pacientes veem a óbito após período de intubação.

Confiabilidade dos dados 

Os oxímetros devem apresentar indicadores confiáveis aos profissionais de saúde para uma identificação correta dos índices de saturação de oxigênio no sangue dos pacientes, por isso demandam que sejam calibrados regularmente e, o mais importante serem aparelhos comprovadamente eficientes.

No atual contexto, o oxímetro tem sido empregado em difíceis condições de uso, demandando autonomia de funcionamento, portabilidade e interfaces intuitivas para facilitar o manuseio do profissional de saúde em ambientes extremamente “complicados”.

Utilizar equipamentos confiáveis e o bom uso dos mesmos, se torna fundamental para leituras corretas de um indicador que define o próximo passo a seguir por um paciente com dificuldades respiratórias.

Padrão de qualidade

Há 10 anos no mercado e com o suporte de uma indústria com mais de 35 anos de know-how, ALFAMED trabalha com equipamentos de suporte à vida, desenvolvendo oxímetros de alta performance e precisos no diagnóstico. Testados e atestados por órgãos regulatórios com padrão de qualidade das OCP’s (Organismo Certificador de Produto) INMETRO e ANVISA.

Clique na imagem e saiba mais sobre Oxímetros Alfamed.

Compartilhe
A importância dos oxímetros no suporte a pacientes de Covid-19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nossas novidades