Blog

Monitores multiparâmetros no acompanhamento crítico de pacientes

Monitores multiparâmetros no acompanhamento crítico de pacientes

Em hospitais, clínicas e unidades de saúde, há equipamentos médicos que se tornaram inerentes a qualquer atividade dentro da instituição, fazendo parte da infraestrutura obrigatória de operação, independente do seu tamanho. É o caso dos aparelhos para monitoramento de sinais vitais, os monitores multiparâmetros.

O monitor multiparâmetro exibe indicadores de sinais vitais do paciente, onde basicamente pode-se monitor a temperatura, frequência cardíaca (pulso), pressão arterial sistólica e diastólica e saturação de oxigênio sanguínea.

O acompanhamento e a evolução do quadro clínico de pacientes pode ser seguramente medido pelos dados quantificáveis destes monitores, onde alarmes soam quando há oscilações fora das condições aceitáveis destes parâmetros, para alertar as equipes médicas para ações intervencionistas quando necessário.

Indicadores padronizados pelo Ministério da Saúde

A fim de padronizar índices aceitáveis e valores perceptíveis no acompanhamento do estado clínico do paciente, o Ministério da Saúde estabeleceu os valores de cada parâmetro dos sinais vitais de um paciente:

Temperatura corporal: entre 35 º C e 36º C.

Frequência cardíaca (pulso): entre 60 e 90 bpm.

Pressão arterial Sistólica: entre 100 e 140 mmHg e diastólica entre 60 e 90 mmHg.

Saturação de oxigênio sanguínea: cima de 96.

Respiração: entre 16 e 20 mrpm.

Monitores no tratamento e diagnóstico dos pacientes

O monitoramento de pacientes é uma das atividades mais importantes e críticas na rotina dos profissionais de saúde, onde a atenção e acompanhamento do quadro clínico do paciente é feito através dos parâmetros exibidos na tela, sendo crucial para a disponibilidade com qualidade de serviços de cuidado a saúde do paciente.

A definição do tipo correto de monitor a se utilizar no hospital ou clínica é crucial para a otimização de seu uso para uma eficiência da sua atividade, de modo a assegurar que estes equipamentos sejam utilizados de acordo com o objetivo médico adequado.

Os parâmetros disponíveis

Entre os equipamentos disponíveis há aquelas que coletam dados mais básicos dos pacientes, e aqueles que acompanham os sinais vitais, onde há parâmetros que apontam não só o estado clínico dos pacientes, mas também direcionam profissionais aos tratamentos adequados para aquele determinado momento.

Falamos aqui do Débito Cardíaco, como sendo um importante parâmetro de analise para estabelecer diagnósticos e condutas de tratamento conforme as informações recebidas através dele.

Monitores multiparâmetros adequados a realidade do hospital

Entender a realidade da instituição a qual o monitor multiparâmetro será utilizado é fundamental, onde reconhecer a necessidade real é de fundamental importância.

Avaliar o nível de complexidade do ambiente hospitalar, analisar número de leitos, condições do local onde ficará o monitor, dentre outros fatores, devem ser considerados ao definir o modelo do equipamento.

A complexidade de cada ambiente, bem como as condições ofertadas por perfil de paciente a ser tratado na instituição, deve ser considerada, pois os monitores multiparâmetros apontam situais sensíveis ao enfermo, como condições cardíacas, níveis de consciência, condições hemodinâmicas etc., onde as especificidades de cada cenário devem ser levadas em consideração com o máximo rigor.

Para saber mais e conhecer nossa linha de monitores multiparâmetros, acesse aqui.

Compartilhe
Monitores multiparâmetros no acompanhamento crítico de pacientes